09 julho, 2007

Sem impunidade não é Brasil

Corrupção, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, peculato, desvio de verbas, seqüestro e até mesmo homicídio são crimes que se cometidos pelo cidadão comum haverá real obediência ao que prescreve nossa carta magna, que propugna pela efetiva prestação da tutela jurisdicional, ainda que as vezes, de forma um tanto morosa e portanto nem tão efetiva assim. Porém, esses mesmos crimes se praticados por cidadãos eleitos por nós para nos representar ou representar um de nossos Estados membros contam com o manto impenetrável da impunidade, que encontra sua sólida base de sustentação no corporativismo e no foro privilegiado desses seres intangíveis. Hoje existem quase 140 processos movidos pelo MP, no STF, contra Deputados Federais, Senadores, Ministros e Presidente que ficaram impunes, não pelo resultado absolvição, mas sim pela prescrição... Não houve até hoje nenhuma autoridade condenada no país pelo STF, tribunal este completamente desaparelhado para produção da fase processual probatória, e que, por isso mesmo deve ter recebido a incumbência de ser o responsável pela investigação e julgamento de nossas maiores autoridades públicas... Quando se acena com a possibilidade de se discutir o término do foro privilegiado, que eles preferem chamar de foro por prerrogativa de função, por melhor soar perante a opinião pública, o Congresso Nacional em peso se nega a deliberar sobre o assunto, quanto mais votar pelo seu término, afinal, é a segurança jurídica de que não serão jamais condenados por seus crimes, já que extinta estará a punibilidade pela prescrição. Com isso, pode-se dizer sem risco de leviandade, que o que é crime para o cidadão comum é um nada jurídico para esses seres inatingíveis, que matam; corrompem e são corrompidos; desviam dinheiro público para manutenção desse estado de prevaricação estatal corporativo; com a certeza de que a estrutura da impunidade os amparará, contando inclusive com a providencial legitimação do povão, que os reelege, mantendo-os respondendo pelos seus "crimes" com o privilégio da impunidade...

2 comentários:

clarissa disse...

É Leo,se o nosso país está nas "mãos" de pessoas hipócritas, como nossos governantes,consequentemente, regendo as leis que exercem sob o mesmo,quem vai punir esses caras? O bom senso?Mas,de quem? Se o Brasil fosse como a China,que a punição é a pena de morte,com certeza essa bando de inescrupulosos pensariam duas vezes.Mas eu não sou a favor a pena de morte,dá no mesmo.E a impunidade continua companheiro

rico_fil disse...

Carta ao povo.
Por espírito.
Da Divindade Humana.
Ricardo Antonio Filgueiras
Rio de Janeiro 25 agosto 2007.
· Venho por meio destas linhas me expressar aos meus irmãos brasileiros na forma carnal e na forma espiritual. Eu estou junto a vós nesta complexidade humana que vem de algumas decaís para cá as dificuldades que atravessamos do dia a dia para a nossa existência básicas em vários setores da vida do cotidiano, os desleixos dos setores públicos vem tomando forma crescente e a cada dia mais grotesca esta ficando, muitos de vós não tem onde morar não existe política de moradia outros empregados estão mais os salários minguados são e as necessidades básicas ficam a desejar, outros na camada dos desempregados são e nada a comprar podem, outros a desejar na saúde estão e pagam através do CPMF imposto criado especial para saúde mais doente ainda são e muitos sem atendimento ficam, outros as crianças e adolescentes nos seus trajetos da escolaridade no caminho sem destino vão, outras vidas nas cidades atormentas pela violência são diversos crimes em seus lares passam e já não bastando por tanta pobreza e aflições espalhadas pelos cantos do Brasil, o povo ainda atravessa neste sistema que não tem cura (só a revolução). Os representantes que se dizem políticos que (Lá) estão, foram colocados para dirigir a política e assim pudessem nos representar dignamente mesmo errando mais tendo a hombridade de consertar o que estivesse errado mais nada o fizeram para melhorar a vida do povo. Muitos se aproveitam da legitimidade que foi dada para se enriquecer através do dinheiro que não é deles é da sociedade produtora que produzirão através das mãos trabalhadora e pagos os impostos a estes que nos submetem diariamente para saciar estes opressores que lá estão sem contar os roubos que lá o fazem e não bastando ainda impunemente ficam em seus partidos alimentados pelo nosso dinheiro. Os representantes do judiciário que deveriam ir contra estas desgraças que flagela toda a sociedade também nada fazem a não ser manter a venda nos olhos da LEI, coberto no lenço sentado no trono da hipocrisia judiciária e pagos da mesma forma que os políticos são pagos pelo contribuinte, aqueles que se sacrificam e constrói as riquezas brasileiras. Mando uma mensagem para aqueles que estão nos ERROS e não querem sair, saiam enquanto há tempo e conserte o quanto é tempo, pois a cobrança será centavo por centavo e haverá aferição, choro e ranger dos dentes, para o meu povo sofrido que junto eu estou a voz eu digo com a maior certeza não se revolte e não se acovarde por aqueles que lá estão lhe trazendo o mal, tenha piedade e compaixão por eles, pois o quinhão deles já esta sendo pago neste mundo e logo terão que se despir de tudo, pois a jornada será longa, para vocês que houve a voz do ESPIRITO SANTO não temais entregais a JESUS CRISTO o seu corpo e sua alma tendo FÉ pedindo assim o seu intermédio das aferições que passa pela terra e veras o DIVINO se manifestar em seu ser.
· O que vocês esperam do fim do mundo coisas boas só quando recomeçarmos do zero ai só vai ter coisas boas ate lá é lutar para não se entregar ao sistema do COMUNISMO que grande vira e se implantara e o final acontecera. TERRA VASIA ficara.
· Se DEUS é por nós quem será contra NÓS.
· http://fotolog.terra.com.br/ricardorico_fil