10 março, 2008

Guerrilheiros ao logo da história...

Parabéns ao texto de Leonardo Attuch da IstoÉ Dinheiro desta semana. O Partido dos Terroristas, já se dedicou a causas ligadas a "missão humanitária", contribuindo para “libertar” reféns das Farc. Alguém surpreso aí? Segue um trecho de seu artigo:
"Em 1996, a empreiteira Andrade Gutierrez construía uma grande hidrelétrica nos Andes quando dois de seus engenheiros, Eduardo Batista e Demétrio Duarte, foram seqüestrados pelas Farc – as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, (à quem constantemente me dirijo). A empresa acionou o Itamarati, tudo foi tentado pelas vias diplomáticas, mas os dois brasileiros continuaram em poder dos guerrilheiros durante 207 dias. Só saíram do cativeiro depois que um novo ator entrou em cena: o Partido dos Trabalhadores. Por meio de “negociadores” indicados pelo PT, a Andrade Gutierrez pagou um resgate milionário, o dinheiro foi transportado em malas à selva amazônica, e os engenheiros regressaram ao Brasil."
Em comento
Como se percebe o crime sempre possuiu livre acesso com o Partido das Trevas. Especialistas da área de seqüestro desde à época de José Dirceu Cabeleira Corporativo, mostravam há muito íntima relação com guerrilhas e restaram acionados diante do fracasso do Itamaraty em tal mister, indiscutível eficiência, não?
Vale um dado esclarecedor: Em 1996 já havia 6 anos, que terroristas comunistas haviam se reunido no famigerado Foro de São Paulo, PT e as Farc eram duas das entidades de guerrilha presentes... Está aí a explicação da presença de Marco Aurélio Sargento Garcia naquela missão humanitária...
As Farc incontestavelmente é uma "entidade", ainda ilegítima, de extrema força na América Latrina, ainda legítima... Nasce um continente adepto da guerrilha... Uribe que se cuide...

2 comentários:

ZEPOVO disse...

O PT é um partido de esquerda. Já foi bem mais radical do que agora e no seu meio ainda existem elementos radicais, e é possível que existam relações com grupos bastante radicais no passado e que ainda estejam ativas, gente que quer o comunismo puro por exemplo, mas não interessam mais ao partido.

Os DEMOS e TUCANOS, são partidos de direita. Já foram bem mais radicais do que agora e no seu meio ainda existem elementos radicais, e é possível que existam relações com grupos bastantes radicais no passado e que ainda estejam ativas, gente que tem saudades da ditadura, ou goste dos porões do DOI CODI para resolver "problemas", por exemplo, mas não interessam mais aos dois partidos.

Uma visão abrangente das coisas, mostra que neste mundo tudo é muito semelhante e pouca coisa muda...

Leonardo disse...

Fala meu amigo Zépovo, tens total razão, rsrs... O problema é, que os "destros" da ditadura que estão vivos, estão fora de moda, esquecidos ao lado de suas idéias, porém o mesmo não se pode dizer quanto aos "canhotos" da ditadura, que estão mais na ativa que nunca, com suas idéias ultrapassadas, mas na moda pela América tupiniquim...

Grande abraço! É um prazer debater com alguém de idéias ufanistas, mas sempre colocadas com muita inteligência e propriedade!