07 abril, 2008

Dois pesos e duas medidas...

Rui Nogueira e Cida Fontes, no Estadão:
Quinze dias depois de prometer investigar a confecção de um dossiê e o vazamento dos dados coletados em um arquivo da Casa Civil com os gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e da ex-primeira dama Ruth Cardoso, o governo continua sem convocar a Polícia Federal para investigar o caso.
A convocação da PF foi discutida no fim de semana em conversas do ministro da Justiça, Tarso Genro, com assessores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A ministra Dilma Rousseff quer que a PF, se for inevitável convocá-la, investigue apenas “o vazamento” - sem tratar da elaboração do material.(...)
O ministro já admitiu publicamente, que os federais poderão entrar na investigação caso a instituição seja “provocada”. Especialistas, porém avaliam que a Polícia Federal não precisa ser oficialmente acionada para abrir inquérito.
A tendência é que os agentes federais entrem nas investigações, mas o comando da corporação não quer que o Planalto defina o campo de ação, o que daria ao trabalho a marca de uma “missão chapa-branca”.Uma fonte da PF avaliou para o Estado que é “inevitável” uma investigação ampla. Segundo ele, é crime coletar dados sigilosos e é crime vazar esse tipo de informação.
Em comento
Como tudo que ocorre nesse desgoverno, procuram a todo custo a mantença do jogo de cartas marcadas. Quer Dilma e conseqüentemente Lula e o PT e Chávez e as Farc e todo Foro de São Paulo, opa! desculpem-me a viagem... Quer a sinistra embarreirar a Polícia Federal em sua investigação... Investigue "o de menos" que "o de mais" é segredo de Estado...
Lula defendeu pifiamente semana passada a balbúrdia sindical utilizando-se de forma patética da palavra autonomia como meio... Hoje a Polícia Federal, das poucas instituições que ainda funcionam no país, que não custa lembrar está ela sujeita ao controle externo do Ministério Público Federal, encontra-se novamente na peleja com a possibilidade de ver-se podada em suas atribuições por esse regime ditatorial... E a autonomia Sr. Presidente, é só para os sindicatos? É só para classe que pertencestes um dia? Ou órgãos que investigam não teriam direito a autonomia? Ou melhor o governo tudo pode, mas com o governo ninguém pode, isso é democracia?
Vale lembrar, que os governos ditatoriais são em geral corruptos e insindicáveis, e que os órgãos investigativos funcionam sim, muito bem, mas sempre a favor destes... Onde está nossa democracia? Ó! CARA DE CARRANCA...
É de uma utopia não ingênua, mas sim hipócrita supor, que alguma instituição de poder utilize efetivamente do princípio da moralidade pública sem que haja controle externo, principalmente tomando-se em conta, que falamos de Brasil e da gestão mais corrupta da história, onde a transparência sede lugar ao sigilo e a prestação de contas à população fica segregada e postergada ao interesse de uma gestão posterior, pois na corrente em defesa da corrupção e dos desvios com o erário público tomou-se como regra o segredo de Estado...

3 comentários:

Marquer disse...

Ou seja, pelo bom entendimento, agora "eles" decidem o que deve ser investigado ou não...isso tudo a margem da lei que define e delimita o que seja crime, e passivel de uma investigação ou noa, né?
So falta agora eles decidirem o que seja um crime e o que noa seja. Dá pra entende e bem as reclamações de inacio da silva quanto ao Judiciário.
Uma vergonha a Polícia Federal se apresentar agora claramente como uma policia politica, estando a margem da legalidade e como uma instituição independente...viraram capangas de politicos...paus mandados?
Tomara, que realmente a policia noa vire pau mandado para sua total desmoralização.
...e viajo afirmando que terá terceiro mandato sim!...uma pela ignorancia de um povo palhaço, outra pela única forma dos atuais crimes nao serem pegos por um possível futuro presidente de oposição.

Marquer disse...

Há um pensamento que chama maquiavel a nosso tempo, que diz o seguinte:
inacio da silva faz cair todos o que ele mesmo lança como candidato, e faz isso com toda a dissimulação profissional que lhe é cabida, Resultado desta arquitetura é a inquestionavel terceira candidatira por falta de opcionais, ou a aliança forçosa com a oposição, que lhe garantiria os comandos pela força que lhe será temida, ou seja, lançando um candidato da oposição em livre associação, da mesma forma que o eleger, pode o derrubar!
Maquiavel que se cuide!!

ZEPOVO disse...

É de tempos um jogo, político, mas um jogo de gente grande.
Claro está que o PT joga muito bem, tem o melhor técnico. O outro lado, tem condições de jogar bem , mas afobado e mal colocado no campeonato se atrapalha e não marca.

Estou achando o jogo muito chato, CPI's agora nem tentam mais parecer que são sérias, fazem até duas, uma depois da outra já se sabendo que é perda de tempo. Agora acham que a PF vai descobrir o que todos sabemos; Sen Álvar o Dias...
É por isto que a menina Isabella virou novela coletiva nas TV's....